Ter regras para o seu controle de gastos é importante para evitar a aquisição de dívidas que possam comprometer a sua vida financeira.

Afinal, quem nunca, gastou mais que o desnecessário, ou que podia, e  ao final do mês, ficou apertado tendo que recorrer ao empréstimo de dinheiro?

Então, essa situação é bastante comum, mas errado, em que, apenas algumas mudanças de hábitos e adoção de um controle financeiro, podem evitar que você se endivide.

Abaixo, listamos cinco passos para ajudar você a garantir um bom controle de seus gastos, e evitar indesejáveis dívidas.

1.            Saiba ao certo sua renda mensal

Conhecer de forma detalhada sua renda é o primeiro passo para se ter um melhor controle financeiro.

Não estamos falando apenas do seu salário mensal, mas também do que sobra após o pagamento das suas contas, tratando do seu da sua renda líquida.

Neste cálculo, considere seu salário, e tudo aquilo que também contribui para o seu rendimento mensal, como ganhos extras, por exemplo rendimento de investimentos,  aluguel de imóvel e afins.

SIMULE UM EMPRÉSTIMO DE MANEIRA SIMPLES

2.            Conheça seu custo de vida

Nenhuma pessoa vive apenas pagando dívidas, por isso, além delas, em seu orçamento mensal você também deve considerar o seu custo de vida mensal, que é tudo o que você precisa pagar para viver.

É importante você analisar tudo para que, no final do mês, tenha uma relação entre seu saldo e despesas.

3.            Faça um planejamento para o controle dos seus gastos

Primeiro, você deve realizar um diagnóstico completo de sua vida financeira para ter uma visão por completo da situação e, assim, elaborar um planejamento.

O segundo passo, é elaborar ou procurar uma ferramenta, que lhe ajudar a quitar suas dívidas, mas também forneça a você o tempo para realizar novos gastos sem que isso prejudique  sua vida financeira.

Neste planejamento, você deve colocar todos os produtos que comprou e que ainda estão sendo pagos, além das contas fixas mensais fixas. Assim, você terá uma noção se poderá ou não comprar novos itens neste  momento.

Muitas pessoas não fazem este tipo de planejamento, e passar a acumular dívidas em cima de dívidas, que não conseguem pagar e que viram uma verdadeira bola de neve.  

4.            Use a tecnologia ao seu favor

Hoje em dia, há uma grande variedade de ferramentas tecnológicas que permitem a você controlar suas economias.

O que não falta são aplicativos de planilhas de controle de gastos que ajudam a manter as despesas em ordem de forma fácil.

De modo geral, esses aplicativos de planilhas mostram em forma de lista ou gráficos o setor da sua vida que você mais tem gastamos no mês, além de dar dicas de como economizar.

5.            Elimine gastos desnecessários

Muitas pessoas costumam realizar gastos desnecessários, como a compra de itens que não precisavam, ou gastam de forma desenfreada com luxos que não podem pagar.

Assim, faça uma autoavaliação com relação a isso, essa análise pode lhe ajudar a economizar, mas também a controlar seus gastos de forma mais racional, evitando dívidas.

Antes de comprar algo se pergunte: Eu preciso realmente desse produto? Se a resposta for não, economize.

Assim, essas são as principais dívidas que podem te ajudar a ter um melhor controle financeiro, e como consequência, evitar que você acumule dívidas.