O Empréstimo pessoal pode ser uma das melhores formas de efetivar o pagamento de situação imprevistas, contas em atraso e alguma situação de emergência. O empréstimo pessoal muitas vezes também e utilizado como uma forma de realização de um sonho, a compra de um bem, a realização de uma viagem, realização de um curso ou mesmo a possibilidade realizar algum objetivo financeiro.

O que ocorre muitas vezes é que o empréstimo pessoal é utilizado sem planejamento, ou então em um momento de muita urgência, onde não foi possível ser realizada toda a pesquisa e levantamento de informação necessária para realização de um empréstimo com segurança.

O primeiro passo para se livrar das dividas do empréstimo pessoal é entender a sua divida, levante todas as informações possíveis, prazo do empréstimo, taxa de juros, tarifas envolvidas, garantias fornecidas e tempo de atraso.

Compare com o mercado, realize cotações nas mesmas condições de empréstimo que a sua, pelo mesmo prazo, com as mesmas garantias em outras instituições, isso vai lhe ajudar a ter noção se o valor de seu contrato esta dentro das condições do mercado ou não.

Com as informações na mão, entenda também o seu orçamento, veja se nas condições contratadas atualmente e com sua renda será possível honrar o contrato. Se perceber que a situação da maneira que esta não será honrada, parta para algum dos caminhos abaixo.

Dicas importantes

  • Busque uma linha de crédito com taxas mais baixas, tente utilizar algum bem ou imóvel como garantia em uma nova operação, ou mesmo busque uma linha de crédito consignado, que utiliza o débito direto em sua folha de pagamento com objetivo claro de quitar as dividas mais caras.
  • Concentre sua divida, utilize o crédito com taxa de juros mais baixo, para quitar todas as outras operações e ficar apenas com uma divida o que é mais simples e pratico de resolver.
  • Compare as opções no mercado, muitas empresas hoje oferecem diversas linhas de crédito que podem lhe ajudar a encontrar uma alternativa para quitar o contrato atual.
  • Renegocie a divida, muitas vezes renegociar a divida, alongando o seu prazo ou conseguindo alguma carência, pode ajudar a resolver a situação difícil. Se for utilizar o crédito de outra operação para quitar a divida atual, negocie o valor de quitação, mostre que está disposto a encerrar a pendencia se houver também uma boa condição pela instituição financeira.
  • Caso esteja com dificuldades em renegociar divida com seu banco ou instituição financeira, busque ajuda profissional, existem diversas consultorias que são especializadas em negociar dividas com bancos e melhorar as condições contratuais se estiverem sendo abusivas.
  • Organize suas finanças, será fundamental nesse período encontrar gastos em seu orçamento que possam ser reduzidos ou eliminados, pelo menos até que consiga restabelecer o controle financeiro.
  • Renda Extra, muitas vezes o valor da parcela do empréstimo é resolvido graças a utilização de renda extra, encontre algo que você possa fazer em seu tempo útil sendo remunerado, seja fazendo trabalhos de freelancer em sua área, aplicativos de transporte, vendendo bens que não utiliza mais, enfim, trazer uma receita adicional para este momento de dificuldade.