Ao contratar um cartão de crédito ficamos ansiosos pela praticidade do seu uso e as vantagens como poder comprar um bem e parcelar sem ter acréscimo de taxa de juros. No entanto, há um medo que assombra qualquer um que não tenha informações suficientes sobre os cartões de crédito: as taxas cobradas pelos bancos. No post de hoje vamos mencionar quais são as taxas que os bancos podem cobrar e o que você deve fazer caso esteja pagando mais taxas do que as autorizadas pelo Banco Central.

Em 2011 o Banco Central aprovou uma resolução, a Resolução nº 3.919/2010, onde ficou definida que somente cinco tarifas podem ser cobradas dos usuários de cartão de crédito. Se você estiver pagando algo além do que está citado abaixo, deve formalizar uma reclamação no servidor do cartão e se não for alterado ou revertido em crédito, registre uma reclamação no próprio Banco Central, pelo site consumidor.gov.br ou no Procon da sua cidade. Registrar o ocorrido no site Reclame Aqui! também é indicado, uma vez que o órgão emissor do cartão tem uma reputação a zelar, e terá que te responder.

Veja abaixo as 5 taxas autorizadas pelo Banco Central a serem cobradas pelos bancos e emissores do cartão de crédito:

Anuidade do Cartão de Crédito

Não é novidade para ninguém. Uma das taxas mais conhecidas de cartão de crédito é a anuidade. Trata-se de um valor cobrado pelo banco para que você possa utilizar as vantagens do cartão de crédito. Quando mais exclusivo ele for, maior a taxa. No entanto, há opções de cartões de crédito sem anuidade, basta procurar por elas. Há também opções de cartão de crédito com cashback, que é quando você ganha um pequeno percentual do valor gasto com o cartão de volta.


Saque direto do Cartão


Você sabia que pode sacar dinheiro direto do seu cartão de crédito? Essa modalidade existe e está sujeita a cobrança de taxa de juros, uma vez que o banco entende como empréstimo, já que você só paga no mês seguinte, ao virar sua fatura. Mas esta transação é normal e a cobrança de taxa de juros está dentro da lei. O melhor a fazer é se planejar para não precisar arcar com altos valores de juros com a chegada da fatura.

Emissão de Segunda via do Cartão de Crédito


Não importa o motivo, se é perda, furto ou roubo. O banco pode cobrar pela emissão da segunda via do cartão de crédito. No entanto, caso o seu cartão tenha sido bloqueado por conta de uma falha na operação ou tentativa de fraude, você não deve pagar pela reemissão, uma vez que a grande responsável por estes eventuais problemas é a emissora do cartão. E como tal, é ela quem deve arcar com estes custos.

APROVEITE E FAÇA AGORA:
SIMULAÇÃO DE CARTÃO DE CRÉDITO

Aumento de Emergência do Limite do Cartão de Crédito

Sabe quando precisamos daquele leve aumento em nosso limite para conseguirmos adquirir um determinado bem? Pois é… Esses limites “emergenciais” possuem um custo e o banco não pensa duas vezes em cobrar. Portanto, pense bem se realmente está fazendo algo necessário, ou se não é melhor poupar para conseguir comprar o que precisa à vista ou aguardar até ter um dado valor em dinheiro e poder parcelar apenas o restante.

Pagar Contas com Cartão

A maioria dos grandes bancos possibilitam essa funcionalidade que, para muitos brasileiros, é até uma forma de controlar melhor os gastos. No entanto, não deveria ser uma prática constante, já que o banco cobra por cada conta que você pagou no crédito. Se optou por pagar a conta de água, a conta de luz e a conta de gás no crédito, haverá três cobranças de taxas mais o acréscimo de IOF sobre cada uma. Ou seja, você está pagando mais caro à toa. Será mesmo que vale a pena pagar suas contas mensais com cartão de crédito?

Agora que você já sabe quais são as tarifas que os bancos realmente podem cobrar, já pode começar a avaliar melhor sua vida financeira e evitar cobranças indevidas.